sábado, 21 de maio de 2011

Só quando a última árvore for derrubada,o último peixe for morto e o último rio for poluído é que o homem perceberá que não pode comer dinheiro.

3 comentários:

Will disse...

Oi Bruninha, passando para deixar um abraço saudoso.

Talvez quando abrirmos os olhos já será tarde.

Abç

feelings written on paper disse...

Obrigada por comentar no meu blog linda. *-*

Luaaz disse...

como já diria o filme "O dia em que a terra parou", funcionamos sobre pressão.